Buscar
  • Daniela Moniwa

Gold digger


A internet está ai, sempre proporcionando maravilhas para os que estão disposto a olhar depois do 3o link.

Existem milhares de coisas que facilitam a vida de um designer, mas há três que quero listar aqui. (Talvez eu aumente essa lista a medida que for encontrando outras coisas que salvem vidas.)

1_Que p... de fonte é essa?

Tenho certeza de que se você é designer já recebeu algum arquivo com a fonte em curvas e – desesperado – pediu ao cliente a fonte, que do outro lado do telefone, fazendo um gesto com os ombros, afirmava não saber do que você estava falando. Pois é. E agora, José? Te ajudo. Esquenta, não.

O What The Font que fica alojado dentro do site do My Fonts, vai te dar uma luz. Basta subir uma imagem da fonte no site que ele procura famílias que tenham desenho parecido com a sua e te oferece uma lista com nomes e preços. Pronto! Acabou a sofrência.

2_Pixels, pixels e menos pixels.

Outro suadouro que você deve ter vivido algumas vezes na sua carreira é aquele em que ao olhar a imagem que o cliente enviou, você só vê pixels, pixels e menos pixels, ou seja, imagens em baixa resolução.

Pois bem, se der para substituir a imagem do cliente, o Visual Hunt pode ajudar. Essa lindeza de site oferece imagens em alta de domínio público ou com licença de uso Creative Commons. Diferente do Free Imagesou de outros sites que oferecem imagens free as imagens do Visual Hunt são esplendorosamente lindas. Vá lá e seja feliz.

3_Ícones para que te quero.

Ter que desenhar ícones é uma realidade diária. E, às vezes, você simplesmente não sabe como resolver o "cachorro comendo brócolis com sapatos". Enfim, lá no The Noun Project você encontra um banco de ícones construído por designers amorosos que doam ícones para engordar o site, e que podem inspirar o seu dog vegano.

Se você for desses designers de bom coração, contribui lá também e ajude a fazer outros designers felizes.

Por hoje são só estas belezinhas. Espero ter ajudado.

#design #dicas #thenounproject

10 visualizações

© 2020 by Daniela Moniwa